Novo Coronavírus

São Paulo Covas rebate crítica de Doria: 'O que falta é o senso de urgência'

Covas rebate crítica de Doria: 'O que falta é o senso de urgência'

Governador criticou prefeito de SP por antecipar feriados sem consultar prefeitos de cidades vizinhas.

  • São Paulo | Daniela Salerno, da Record TV

Bruno Covas, prefeito de São Paulo

Bruno Covas, prefeito de São Paulo

Reprodução

O prefeito Bruno Covas (PSDB) emitiu nota sobre as críticas que recebeu do governador João Doria (PSDB) a respeito da decisão de antecipar cinco feriados municipais da cidade de São Paulo sem antes comunicar o governo do estado sobre a medida, que gerou mal estar entre os prefeitos do litoral.

Covas, que se encontra no Hospital Sírio-Libanês para mais uma sessão de quimioterapia, fez a seguinte declaração: “O senso que falta é o senso de urgência".

"Aqui na Prefeitura tem menos falação, foco no trabalho e colaboração", disse Covas. "Faço o máximo que posso para defender o povo da minha cidade. Sempre aberto a colaborar com outras cidades e com o governo do Estado. Mas cada um precisa assumir suas responsabilidades."

Doria havia afirmado: "Prefeituras têm autonomia para decisões, reconhecemos isso, mas há certas decisões que o bom senso recomenda que sejam compartilhadas previamente com o governo porque implicam em impacto nas cidades vizinhas".

Segundo o governador, os prefeitos das cidades litorâneas temem que os feriados antecipados entre os dias 26 de março e 4 de março aumentem o fluxo de turistas nas praias num momento de agravamento da pandemia e falta de leitos de UTI.

"Faltou um pouco de bom senso da Prefeitura de São Paulo para evitar o mal estar que acabou provocando. Vamos tentar reduzir isso ao mínimo possível e atender as demandas dos prefeitos", conclui Doria.

Últimas