Coronavírus

São Paulo Covid-19: 445 pessoas já assinaram o termo de recusa da vacina em SP

Covid-19: 445 pessoas já assinaram o termo de recusa da vacina em SP

Números são desta segunda-feira (2). Por lei, os chamados "sommeliers da vacina" vão para o fim do calendário de imunização

Nova lei da cidade de SP coloca no fim da fila quem escolher fabricante da vacina

Nova lei da cidade de SP coloca no fim da fila quem escolher fabricante da vacina

Pixabay - 27.06.2021

Na cidade de São Paulo, 445 pessoas já assinaram o termo de recusa da vacina contra a covid-19 por conta da marca do imunizante até o fim do dia de segunda-feira (2), de acordo com a prefeitura da capital paulista. 

A lei sancionada pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, na última terça-feira (27), coloca no fim da fila os chamados "sommeliers da vacina", que querem escolher a marca do imunizante. A partir da sanção da lei, essas pessoas passaram a assinar um termo de recusa que fica em anexo no cadastro único do paciente. 

A prefeitura, por meio da SMS (Secretaria Municipal da Saúde), informou os números ao R7 e afirmou que as equipes vêm trabalhando para acolher e orientar todos os cidadãos para que eles compreendam a necessidade de tomar a vacina. Na abordagem, são explicados detalhadamente os riscos de não ser imunizado e que a eficácia é semelhante entre todos os imunobiológicos disponíveis.

O município aplicou, até segunda-feira (2), 10.405.304 doses de vacina contra a covid-19. São 7.418.854 (D1), 2.671.153 (D2) e 315.297 doses únicas.

*Estagiária sob supervisão de Ingrid Alfaya

Últimas