Coronavírus

São Paulo Covid: SP tem mais casos em junho que em abril, no auge da pandemia

Covid: SP tem mais casos em junho que em abril, no auge da pandemia

Taxas de ocupação em leitos de UTI registradas nesta quarta-feira (23) foram de 78,9% no estado e 74,7% na Grande São Paulo

  • São Paulo | Do R7

Em junho, foram registrados oficialmente 358.208 novos casos

Em junho, foram registrados oficialmente 358.208 novos casos

Amanda Perobelli/Reuters - 08.04.2021

O estado de São Paulo atingiu, nos primeiros 23 dias de junho, uma quantidade de casos de covid-19 superior à do mesmo período em abril, momento mais crítico da pandemia.

Até este momento, foram registrados 358.208 novos casos do novo coronavírus em junho. Entre 1º e 23 de abril, haviam sido 341.713.

Se consideradas as mortes pela doença nestes mesmos períodos, houve redução de 17.021 em abril a 12.451 em junho.

As taxas de ocupação em leitos de UTI registradas nesta quarta-feira (23) são de 78,9% no estado e 74,7% na Grande São Paulo. São, ao todo, 10.597 pessoas internadas nestas unidades. Em leitos de enfermaria, são 11.748.

Taxas de isolamento

O distanciamento social, uma das medidas para conter a disseminação da covid-19, tem sido cada vez menos respeitado em São Paulo, segundo dados do Simi (Sistema de Monitoramento Inteligente do Estado de São Paulo).

Desde maio, as taxas de isolamento no estado têm registrado valores entre 39% e 42% e, aos domingos, quando atingem seu ápice, entre 47% e 49%. A última vez que o estado teve 50% de taxa foi em 18 de abril.

O governo considera 70% de isolamento social, que nunca foi alcançada na pandemia, como a taxa ideal, e entre 55% e 60% como satisfatórias.

Últimas