CPTM compra mais de 135 mil máscaras para funcionários em SP

Foram compradas 8,3 mil máscaras de pano e outras 128 mil descartáveis. Empresa afirma que está em processo de licitação para novas aquisições

Para segurança dos trabalhadores, CPTM adquiriu mais de 135 mil máscaras

Para segurança dos trabalhadores, CPTM adquiriu mais de 135 mil máscaras

JORGE HELY/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) comprou mais de 135 mil máscaras de proteção contra o coronavírus para os funcionários, em especial os que trabalham em contato direto com os passageiros.

Foram adquiridas 8,3 mil máscaras de pano – para que todos os funcionários das áreas de operação, segurança e estações tenham acesso a duas delas -, além de mais de 128 mil descartáveis para todas as áreas da empresa. As máscaras têm o logo da CPTM e do Governo do Estado de São Paulo, além da hashtag #FiqueEmCasa.

Leia mais: Metrô de SP arrecada e distribui alimentos e itens de higiene

Segundo o gerente de logística da CPTM, Leandro Carpegiani, “com a aquisição, os funcionários têm disponibilidade das máscaras de segurança durante todo o turno de trabalho”.

A empresa afirma que está em processo de licitação a compra de cerca de 30 mil máscaras de pano, também com os logos e a hashtag. A recomendação é que as máscaras de pano sejam trocadas a cada três horas. Desta forma, os funcionários poderão usar duas de pano e completar os turnos de trabalho com as máscaras descartáveis.

Veja também: Pelo 3º dia, SP tem vias bloqueadas em ação contra coronavírus

A CPTM garante que os funcionários das bilheterias recebem luvas (de uso opcional) para trabalhar e todos os funcionários têm acesso ao álcool em gel.