Novo Coronavírus

São Paulo CPTM retoma emissão do Bilhete do Desempregado em São Paulo

CPTM retoma emissão do Bilhete do Desempregado em São Paulo

Por causa da pandemia, o envio de documentos será feito por e-mail e o atendimento presencial acontecerá após agendamento prévio

  • São Paulo | Do R7

CPTM retoma o processo para emissão do Bilhete do Desempregado em SP

CPTM retoma o processo para emissão do Bilhete do Desempregado em SP

Governo do Estado de São Paulo - 31.08.2020

A partir desta quinta-feira (3), a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) retoma o processo para emissão do Bilhete do Desempregado, que estava suspenso desde o final de março por causa da pandemia de covid-19.

Para garantir a segurança dos passageiros que solicitam o benefício e dos funcionários da empresa, algumas mudanças no atendimento foram adotadas. O cidadão deve primeiro enviar um e-mail para o endereço desempregado@cptm.sp.gov.br. Todas as informações precisam estar legíveis. O solicitante pode enviar uma foto dos documentos ou tirar print screen do aparelho, caso a carteira de identidade e de trabalho sejam digitais.

Leia mais: MPT recebeu quase 3 mil denúncias relacionadas ao coronavírus em SP

É preciso enviar por e-mail os seguintes documentos: RG, CPF, rescisão do contrato de trabalho e carteira de trabalho com três páginas, que são a foto, os dados pessoais e o registro do último emprego.

Após o envio dos documentos, a CPTM vai enviar uma confirmação automática de recebimento, informando que os dados serão analisados e respondidos em prazo de até 3 dias úteis. Caso as informações estejam corretas, será enviada resposta ao mesmo endereço eletrônico com a data e horário para a retirada do bilhete no posto da estação Barra Funda, que atende as Linhas 7-Rubi e 8-Diamante, além de ter interligação com o Metrô.

Veja também: Conta de luz: CEUs recebem ação da Enel para parcelamento de dívidas

Se as informações não estiverem corretas ou legíveis, o solicitante vai receber um e-mail solicitando a correção.

De acordo com a CPTM, os agendamentos vão respeitar a ordem de recebimento dos e-mails. Para evitar o deslocamento desnecessário e aglomerações, o atendimento presencial acontecerá apenas após o agendamento prévio a partir do dia 8, entre 8h e 16h.

Leia ainda: Empresa é condenada por abandono de obras de Cumbica em 2002

A Credencial para o Trabalhador Desempregado tem validade de 90 dias. É fornecida para quem tenha registrada na carteira profissional a baixa no último emprego há mais de 30 dias e menos de 180 dias.

Últimas