São Paulo Defesa Civil alerta que sensação térmica pode chegar a 45°C em SP

Defesa Civil alerta que sensação térmica pode chegar a 45°C em SP

Nova onda de calor deve provocar temperaturas acima dos 40°C no interior a partir desta terça-feira (6). Na capital, termômetros podem marcar até 39°C

  • São Paulo | Do R7

Região Metropolitana e interior terão sensação de calor severo

Região Metropolitana e interior terão sensação de calor severo

Cadu Rolim / Fotoarena / Folhapress - 02.10.2020

A Defesa Civil de São Paulo emitiu alerta nesta segunda-feira (5) para uma nova onda de calor que atingirá o estado desta terça-feira (6) até ao próximo domingo (11), causando temperaturas de até 39°C na Grande São Paulo e índices acima de 40°C em municípios do interior do estado. A sensação térmica pode chegar a 45ºC.

Além da Região Metropolitana, outras sete áreas de São Paulo marcarão temperaturas entre 30°C e 39°C nos próximos dias: São José dos Campos, Litoral Norte, Sorocaba, Campinas, Franca, Itapeva e Serra da Mantiqueira.

Oito municípios do interior devem registrar calor ainda mais intenso, com temperaturas passando dos 40°C: Ribeirão Preto, Bauru, São José do Rio Preto, Araçatuba, Presidente Prudente, Marília, Araraquara e Barretos.

A baixa umidade do ar deve causar sensação de calor severo em parte do estado. No Vale do Ribeira, Serra da Mantiqueira e Baixada Santista, a sensação térmica ficará na casa dos 35°C. No Litoral Norte, na casa dos 40°C. Já na Região Metropolitana da Capital, São José dos Campos, Itapeva, Sorocaba, Campinas e Franca, o índice pode variar entre 40°C e 45°C.

As regiões mais afetadas serão Bauru, Araraquara, Marília, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Araçatuba e Barretos, que tendem a ultrapassar os 45°C de sensação térmica.

Com o tempo quente e seco (chuvas só devem voltar a partir de sexta), recomenda-se cuidado especial com a saúde e hidratação de crianças e idosos. Na capital paulista, por exemplo, os índices e umidade do ar devem registrar valores entre 20% e 30%, o que caracteriza estado de atenção.

Recordes históricos de calor

A onda de calor da semana passada, que foi amenizada no final de semana, quebrou recordes históricos de calor em diversas cidades do estado. A última sexta-feira (2) em São Paulo teve 37,4°C registrados, oficialmente o segundo dia mais quente da história da capital, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

A cidade de São Paulo também teve marca inédita de três dias consecutivos com termômetros acima dos 37°C.

Oito cidades do interior de São Paulo também registraram marcas históricas – todas acima dos 40 ºC –, já a partir da última quarta-feira (30). Entre as cidades, destacam-se Lins e Jales, com 41,9°C e 41,7°C, respectivamente – os maiores registros em 14 anos.

Já os municípios de Catanduva e São Simão tiveram temperaturas de 40,5°C e 40,4°C, atingindo recordes históricos de mais de meio século, uma vez que os dados da região são registrados desde 1961.Presidente Prudente (40,7°C), Bauru (40,4°C), Votuporanga (41,3°C) e Ibitinga (41,7°C) completam a lista.

Paulistanos se protegem como podem de calor recorde; veja fotos

Últimas