Delegado baleado em casa deverá passar por novas cirurgias em SP

 Em vídeo, policial afirma que deverá realizar outros dois procedimentos cirúrgicos: no peito e no abdômen. Estado de saúde do delegado é estável

Priscilla Delgado será sepultada na cidade de Parobé, no Rio Grande Sul

Priscilla Delgado será sepultada na cidade de Parobé, no Rio Grande Sul

Reprodução/ Record TV

O delegado Paulo Francisco Muniz Bilynskyj, que foi baleado dentro de casa, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, passou por cirurgia na noite desta quarta-feira (20) no Hospital Estadual Mário Covas, no ABC. De acordo com as informações da unidade médica, o estado de saúde do paciente é estável. Em vídeo divulgado pela internet, o policial disse que irá passar por outras duas cirurgias: uma no peito e outra no abdômen.

Leia mais: Delegado é baleado e namorada morre em apartamento em SP

A modelo Priscilla Delgado será sepultada no Cemitério São João Batista de Parobé (RS). O corpo da jovem passou pelos exames necroscópicos e aguarda a retirada da família, no IML (Instituto Médico Legal) de São Bernardo do Campo. As informações foram divulgadas pela rede social do Projeto Policial, escola onde o delegado era instrutor de tiro.

O caso é investigado pelo 1º Distrito Policial de São Bernardo do Campo. A Corregedoria Auxiliar do Demacro (Departamento de Polícia Judiciário da Macro São Paulo) também acompanha as apurações. 

Ver essa foto no Instagram

Por favor, orem pelo Paulo. #forçapaulo

Uma publicação compartilhada por PROJETO POLICIAL - OFICIAL (@oprojetopolicial) em

O caso

O delegado da Polícia Civil de São Paulo e instrutor de tiros Paulo Bilynskyj, de 33 anos, foi baleado e sua namorada, identificada como Priscila Delgado, de 27 anos, morta dentro do apartamento dele, em São Bernardo do Campo, nesta terça-feira (20).

Em vídeo publicado no YouTube pelo Projeto Policial, onde Bilynskyj atua como instrutor de tiro, o policial diz ter sido vítima da namorada que, em seguida, cometeu suicídio.

"Ontem, Priscila, minha namorada, tinha uma mensagem de antes de ela ir para minha casa. Hoje de manhã, quando eu saí do banho, ela deu seis tiros em mim e depois deu um tiro nela mesma", disse o policial.