São Paulo Dentista que atropelou e matou motoboy paga fiança de R$ 22 mil

Dentista que atropelou e matou motoboy paga fiança de R$ 22 mil

Danielle Piorelli Almeida Diniz estava a bordo de BMW avaliada em R$ 60 mil. Uma outra vítima está internada e tem quadro estável

  • São Paulo | Gilberto Gava, da Record TV, e Letícia Dauer, da Agência Record

A dentista que atropelou e matou um motoboy na região central de São Paulo na madrugada de domingo (28) pagou nesta segunda-feira (28) a fiança de R$ 22 mil e vai responder pelo crime em liberdade.

Vinicius de Oliveira, de 21 anos, morreu no local. Um outro rapaz, de 26 anos, atingido no acidente foi levado ao hospital com ferimentos graves e seu estado de saúde é estável. 

Câmeras de circuito de segurança registraram o momento do acidente. As imagens mostram que a motorista perde o controle durante a curva e passa reto. O carro atinge uma fileira de motos. 

A velocidade máxima na rua do acidente é de 40 km/h e há um aviso de perigo.

Reprodução/Vídeo


Danielle Piorelli Almeida Diniz, que estava a bordo de uma BMW avaliada em R$ 60 mil, foi presa e indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A Justiça concedeu a liberdade provisória e deu prazo de cinco dias para pagar a fiança. A defesa dela não quis se manifestar.

A motorista deve cumprir outras medidas cautelares, como comparecer mensalmente em juízo, informar qualquer mudança de endereço residencial, não ficar fora da cidade por mais de 8 dias e permanecer em casa no período entre às 22h e às 6h.

Na decisão, o juiz Luís Gustavo da Silva Pires defendeu que, pelo fato da indiciada ser ré primária e considerando a conjuntura imposta pela pandemia do coronavírus, "não se mostra plausível" ela continuar detida.

O corpo de Vinícius foi sepultado esta manhã no Cemitério Parque dos Ipês, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.

Últimas