Desaparecido é encontrado morto em local antes rastreado

Carro dele havia sido encontrado pela esposa e por um amigo, e estava abandonado em uma estrada de terra perto de uma plantação

João morreu aos 57 anos

João morreu aos 57 anos

Reprodução/Record TV

O corpo do mestre de obras João Soares dos Anjos, de 57 anos, foi encontrado em uma zona rural de Limeira (SP), onde as buscas por ele já haviam ocorrido. João morreu vítima de afundamento de crânio, provocado por uma pancada muito forte, e estava desaparecido desde o último sábado (8).

O carro dele havia sido encontrado pela esposa e por um amigo, e estava abandonado em uma estrada de terra perto de uma plantação.

João fez uma última ligação para a esposa e deixou um bilhete com o endereço da casa dele, pedindo que o automóvel fosse entregue ali.

Na primeira tentativa de busca, a polícia, a guarda municipal e os bombeiros, mesmo com cães farejadores, não encontraram o corpo no local onde posteriormente foi localizado. Desta vez, o corpo foi visto caído de joelhos no chão, ao lado de um celular, e a chave do carro que foi abandonado a cerca de 50 metros de distância estava no bolso dele.

Por conta disso, a família de João suspeita agora que o corpo tenha sido deixado ali, desovado no local, depois das primeiras buscas, e por isso entendem que o suposto autor do crime teria forjado uma cena de suicídio.