São Paulo Dez regiões de SP têm qualidade do ar ruim ou muito ruim, diz Cetesb

Dez regiões de SP têm qualidade do ar ruim ou muito ruim, diz Cetesb

Condições se devem a uma massa de ar quente e aos ventos fracos, que ajudam a manter as temperaturas altas, segundo a Cetesb

  • São Paulo | Do R7

Marginal Tietê – Pte. Dos Remédios é uma das regiões com a qualidade do ar muito ruim

Marginal Tietê – Pte. Dos Remédios é uma das regiões com a qualidade do ar muito ruim

RONALDO SILVA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 25/08/2021

Dez regiões de São Paulo estão com qualidade do ar ruim ou muito ruim no final da tarde desta quarta-feira (25), segundo a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo). Essas condições se devem a uma massa de ar quente e aos ventos fracos, que ajudam a manter as temperaturas altas e estáveis.

As regiões com a qualidade do ar ruim são oito: Capão Redondo, Cidade Universitária, Grajaú-Parelheiros, Itaim Paulista, Pq. Dom Pedro II, Perus, Pinheiros e Santo Amaro.

Outras duas regiões têm qualidade do ar muito ruim: Marginal Tietê – Pte. Dos Remédios e Pico do Jaraguá.

O ar seco e de qualidade ruim pode provocar problemas de saúde como complicações alérgicas e respiratórias, sangramento no nariz, ressecamento de pele, irritação dos olhos, entre outros.

Últimas