Dez respiradores vendidos de forma irregular são apreendidos em SP

Aparelhos recolhidos serão destinados a hospitais para o tratamento do novo coronavírus. Investigação quer descobrir procedência dos equipamentos

Polícia recolhe respiradores e entrega à Secretaria de Saúde do Estado

Polícia recolhe respiradores e entrega à Secretaria de Saúde do Estado

Divulgação/SSP

Dez respiradores importados, vendidos de maneira irregular, foram apreendidos na tarde da quinta-feira (28), no centro de Guarulhos, na Grande São Paulo. Segundo a polícia, as equipes chegaram ao suspeito que guardava parte dos aparelhos após uma denúncia anônima.

Leia também: Reabertura de parte do comércio em SP será um teste, diz secretária

De acordo com a polícia, o homem confessou vender os respiradores em troca de uma comissão. O suspeito revelou a identidade da fornecedora que foi localizada junto com outra mulher, no bairro de Itaim Paulista, na capital. Elas não disseram a procedência dos equipamentos.

Leia também: SP: 86% das cidades com alta de casos de covid vão reabrir comércio

O homem e as duas mulheres foram presos e responderam por crime contra a ordem tributária. A Polícia Civil segue com as investigações para identificar a origem dos respiradores.

Os dez aparelhos foram recolhidos e entregues a Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo e serão destinados a hospitais para o tratamento do novo coronavírus.