São Paulo Diretor de empresa é preso em operação contra estelionato em SP

Diretor de empresa é preso em operação contra estelionato em SP

Também são cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em endereços da capital e região metropolitana nesta terça (14)

  • São Paulo | Mariana Rosetti e Edilson Muniz, da Agência Record

Diretor de empresa é preso em operação contra estelionatários em São Paulo

Diretor de empresa é preso em operação contra estelionatários em São Paulo

Reprodução Record TV

Um diretor de empresa foi preso durante a segunda fase da Operação Clean House, desencadeada nesta terça-feira (14), que investiga um grupo de estelionatários que aplicou um golpe milionário em um empresário de Pinheiros, zona oeste de São Paulo.

As equipes do Cerco (Corpo Especial de Repressão ao Crime Organizado) da 3ª Delegacia Seccional da Zona Oeste investigam a quadrilha há mais de três meses. A primeira fase da operação aconteceu no dia 21 de outubro.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima, um empresário, sofreu golpes que podem chegar a R$ 10 milhões pelos próprios funcionários da empresa de produtos de cama, mesa e banho.

Segundo as investigações, o grupo é composto por cerca de 30 pessoas, que agiam em duas frentes para aplicar os golpes na empresa. A primeira era na cobrança de propina de empreiteiras para a realização de obras nas lojas. O grupo cobrava 10% a mais do que o preço normal para aceitar a proposta.

A segunda frente seria no desvio de produtos de filiais que foram fechadas na pandemia. O grupo criminoso montava um esquema para desligar as câmeras de monitoramento, fazia os desvios dos produtos e não atualizava os relatórios.

O proprietário começou a perceber os prejuízos e acionou a polícia. Nesta terça-feira (14) são cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em endereços da capital e região metropolitana e um de prisão, cujo alvo é o diretor.

Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo afirmou que "os gerentes que articulavam o esquema criminoso" foram presos na ação de outubro.

Últimas