São Paulo Diretora suspeita de torturar alunos se apresentará à polícia em momento oportuno, diz defesa

Diretora suspeita de torturar alunos se apresentará à polícia em momento oportuno, diz defesa

Após pedirem habeas corpus, advogados disseram saber paradeiro da responsável pela escola, e que ela ainda não se entregará

  • São Paulo | Do R7

Diretora ainda não se entregará à polícia, afirmaram advogados

Diretora ainda não se entregará à polícia, afirmaram advogados

Reprodução/Record TV

A diretora da escola infantil Colmeia Mágica, suspeita de torturar crianças, se apresentará à polícia em um momento oportuno, segundo seus advogados. As informações são da Record TV. A Justiça de São Paulo decretou sua prisão por maus-tratos e tortura.

Ainda de acordo com a reportagem, a defesa da diretora sabe onde ela está, mas afirma que ela ainda não se apresentará neste momento.

O advogado Rafael Moreira de Souza Júnior havia entrado com um pedido de habeas corpus na última terça-feira (22).

Equipes da Polícia Civil já realizaram buscas na residência da diretora e de familiares, mas ainda não a localizaram.

As investigações começaram depois que vídeos que revelavam maus-tratos a bebês dentro da escola foram compartilhados nas redes sociais. 

Nas imagens, quatro crianças aparecem amarradas com lençóis em banheiros da instituição, localizada no bairro da Vila Formosa, zona leste paulistana.

Nova denúncia

Uma funcionária apresentou à Polícia Civil uma nova denúncia relacionada à escola infantil.

Ela disse que a diretora ministrava remédios às crianças sem autorização, inclusive a alunos que nem sequer precisavam ser medicados e não possuíam prescrição médica para tal.

De acordo com a funcionária, as medicações eram ministradas porque deixavam os bebês sonolentos.

O caso continua sendo investigado sob sigilo pelo Cerco (Corpo Especial de Repressão ao Crime Organizado), da 8ª Delegacia Seccional.

Últimas