Coronavírus

São Paulo Doria assina decreto que considera atividades religiosas essenciais

Doria assina decreto que considera atividades religiosas essenciais

Texto, assinado pelo governador e que valerá a partir desta terça (2), exige que recomendações de saúde sejam respeitadas

  • São Paulo | Do R7

Texto será publicado nesta terça-feira (2) no Diário Oficial do Estado de SP

Texto será publicado nesta terça-feira (2) no Diário Oficial do Estado de SP

Ronaldo Silva/Futura Press/Folhapress - 27.02.2021

O governador de São Paulo, João Doria, assinou um decreto nesta segunda-feira (1º) que considera como essenciais atividades religiosas, desde que obedecidas as determinações de saúde de combate ao novo coronavírus.

“Assinei decreto que passa a considerar como essenciais as atividades religiosas de qualquer natureza, obedecidas as determinações sanitárias e protocolos de saúde”, escreveu o governador.

O texto será publicado nesta terça-feira (2) no Diário Oficial do Estado de São Paulo e reconhece a essencialidade de todas as igrejas, anunciou Doria.

Na coletiva de imprensa, no início da tarde, Doria afirmou: "As igrejas têm papel fundamental sim, e deverão seguir as orientações sanitárias como ocupação limitada dos assentos, distanciamento social, tomada de temperatura e uso obrigatório de máscaras".

"A oração ajuda a aumentar resiliência e esperança em relação ao futuro."

Últimas