São Paulo Doria assina projeto de lei que cria Região Metropolitana de Piracicaba

Doria assina projeto de lei que cria Região Metropolitana de Piracicaba

Proposta assinada pelo governador abrange 25 cidades, e agora será enviada para a Assembleia Legislativa do Estado de SP

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Doria em evento em Piracicaba (SP)

Doria em evento em Piracicaba (SP)

Governo do Estado de São Paulo - 18.06.2021

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), assinou nesta sexta-feira (18) o Projeto de Lei que autoriza a criação da Região Metropolitana de Piracicaba, com 25 cidades.

O projeto foi assinado durante a visita do governador visita à cidade, quando esteve com diversos secretários de Estado, deputados e autoridades municipais. Agora a proposta será enviada para a Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo).

A proposta do governo é que a nova região metropolitana abranja as cidades de Águas de São Pedro, Analândia, Araras, Capivari, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí, Elias Fausto, Ipeúna, Iracemápolis, Laranjal Paulista, Leme, Limeira, Mombuca, Piracicaba, Pirassununga, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Cruz da Conceição, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro.

"Hoje o grande fato é o anúncio da Região Metropolitana de Piracicaba. Isso significa uma conquista depois de três décadas. Trinta anos de debate. E agora, em um ano, nós definimos a sua criação", disse o governador. "Isso estabelece um novo planejamento urbano, rural e de integração das cidades que farão parte da nova Região Metropolitana", acrescentou.

Segundo o governo paulista, a reunião dos 25 municípios na Região Metropolitana de Piracicaba vai facilitar o desenvolvimento de políticas públicas conjuntas relacionadas ao planejamento regional e desenvolvimento socioeconômico.

O governo afirma ainda que, com a descentralização, novos conselhos regionais, comitês executivos, autarquias e fundos de desenvolvimento poderão ser criados para otimizar serviços públicos e facilitar a cooperação entre diferentes níveis de governo.

Últimas