Novo Coronavírus

São Paulo Doria diz que Bolsonaro 'ironiza a vacina' ao falar da CoronaVac

Doria diz que Bolsonaro 'ironiza a vacina' ao falar da CoronaVac

'Enquanto brasileiros perdem vidas e empregos, Bolsonaro brinca de ser presidente', disse o governador de São Paulo

  • São Paulo | Do R7

Doria exibe caixa da vacina CoronaVac

Doria exibe caixa da vacina CoronaVac

Amanda Perobelli/Reuters - 07.01.2021

O governador de São Paulo João Doria (PSDB) rebateu as críticas do presidente Jair Bolsonaro sobre a eficácia de 50,38% da vacina contra a covid-19 CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan. Doria disse que Bolsonaro ironiza a vacina, após o presidente dizer, em conversa com apoiadores: "Essa de 50% é uma boa? O que eu apanhei por causa disso! Agora estão ouvindo a verdade. Quatro meses apanhando por causa da vacina".

"Lamentável a declaração do presidente Bolsonaro sobre a vacina do Butantan", escreveu Doria em suas redes sociais." Ao invés de comemorar o fato do Brasil ter um imunizante seguro e eficaz para combater a pandemia, ele ironiza a vacina. Enquanto brasileiros perdem vidas e empregos, Bolsonaro brinca de ser Presidente."

Nesta terça-feira (12), o Instituto Butantan anunciou a eficácia geral da CoronaVac: 50,38%. Isto significa que a vacina foi capaz de prevenir a infecção pelo coronavírus neste percentual entre voluntários imunizados durante os ensaios clínicos de fase 3 realizados no país.

A Anvisa e a OMS (Organização Mundial da Saúde) entendem que vacinas que apresentem eficácia de no mínimo 50% podem ser utilizadas em programas de imunização nesta pandemia diante da urgência em controlar o vírus e a incidência de quadros graves de covid-19.

Ao ser interpelado por uma apoiadora, a qual disse que só tomaria vacina depois dele, Bolsonaro respondeu já ser imunizado. Autoridades sanitárias relataram recentemente casos de reinfecção no Brasil

Últimas