Novo Coronavírus

São Paulo Doria diz que vai comprar insumos do kit intubação no exterior

Doria diz que vai comprar insumos do kit intubação no exterior

Governador de São Paulo cobrou o Ministério da Saúde por medicamentos para tratamento de pacientes com covid-19

João Doria em coletiva nesta terça-feira (13)

João Doria em coletiva nesta terça-feira (13)

Divulgação/Governo de SP

O governador de São Paulo, João Doria (13), disse nesta terça-feira (13) que vai recorrer ao exterior para fazer uma compra emergencial dos chamados kits intubação para pacientes com covid-19 em hospitais municipais, estaduais e filantropos do Estado, e questionou o Ministério da Saúde "os insumos confiscados" pela pasta.

"O Governo do Estado de São Paulo protesta veementemente o confisco determinado pelo Ministério da Saúde, ainda na gestão de seu ministro anterior [Eduardo Pazuello], que confiscou todos medicamentos de intubação produzido no Brasil. Nenhum fabricante no Brasil pode vender ao setor público ou setor privado os produtos para intubação de pacientes, o que é um absurdo em uma situação como essa", disse Doria.

A declaração do governador foi dada durante a inauguração de um hospital de campanha na região de Santa Cecília, no centro de São Paulo. A unidade entregue nesta terça-feira estava a quase duas semanas de atraso e foi inaugurada com 20 leitos de enfermaria e 10 de UTI (unidade de terapia intensiva), e a previsão é que, ainda neste mês de abril, esse número dobre.

No entanto, o número é abaixo do que o Governo de São Paulo havia prometido inicialmente. Mesmo se cumprir a nova promessa, a quantidade será três vezes menor do que o que foi divulgado inicialmente, quando anunciava 180 leitos, sendo 130 de enfermaria e 50 de UTI.

Durante a entrega, o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, disse que "a unidade hospitalar foi adequada para o recebimento dos pacientes em fases, até porque estamos nos adaptando, principalmente em insumos, quando se diz oxigênio, aliados às questões de recursos humanos".

Últimas