Coronavírus

São Paulo Doria entra com queixa-crime contra vizinha por falsa denúncia 

Doria entra com queixa-crime contra vizinha por falsa denúncia 

Vídeo mostrava suposta festa do filho dele com música ao vivo, mas governador desmentiu, apontando karaokê em outra casa

Doria abre queixa-crime após divulgação de vídeo

Doria abre queixa-crime após divulgação de vídeo

Reprodução

O governador João Doria entrou no sábado (6) com uma queixa-crime contra os responsáveis por um vídeo gravado da casa de sua vizinha de frente. No vídeo, uma mulher mostra a casa do governador e é possível ouvir a música alta do imóvel.

"Aqui o filho dando festa em plena pandemia. Muito bem. Com música ao vivo, tá? Muito bem, parabéns. Ele fecha o país, mas o filho tá dando uma festa aqui ó, do lado da casa dele. Legal, bem legal. A vida continua pra ele", afirma a mulher. 

Segundo o governador, a casa onde havia o som em volume mais alto fica na mesma rua da casa dele, mas não havia festa e nem aglomeração. Foi solicitado à dona da casa que abaixasse o volume, e o pedido foi prontamente atendido. "Não houve portanto festa, música ao vivo e muito menos a prática de aglomeração na residência. O filho do governador sequer mora no local  e nem estava em São Paulo nesta data. A pena para crime de difamação é de um ano e quatro meses de prisão", afirma Doria em comunicado.

Mais cedo, o governador já havia desmentido a informação , que classificou como "inacreditável".

Fase vermelha

Todo o estado de São Paulo entrou a 0h deste sábado na fase vermelha do Plano SP por conta do agravamento da pandemia de covid-19. A medida enfrenta resistência em cidades do inteior. A prefeitura de São José dos Campos conseguiu na Justiça manter a cidade na fase laranja.

Durante a fase vermelha, podem funcionar apenas serviços considerados essenciais. Fazem parte da lista indústrias, escolas, bancos, lotéricas, igrejas, serviços de saúde e de segurança públicos e privados, construção civil, farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, feiras livres, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias, hotelaria e transporte público ou por aplicativo.

Toque de restrição

Além das regras já previstas para a fase vermelha, a mais rigorosa do Plano SP, entrou em vigor também o toque de restrição, de 20h às 5h. A recomendação é de circulação restrita e fiscalização ampliada em vias públicas.

O governo esclareceu que o toque tem como objetivo impedir a realização de eventos e festas que gerem aglomerações e não de abordar pessoas que estejam trabalhando neste horário.

Já nesta madrugada, pancadões foram dispersados em São Bernardo, na Grande São Paulo, e 43 estabelecimentos autuados pela Vigilância Sanitária na capital.

Últimas