Doria lamenta mortes em deslizamento em Campos do Jordão

Governador demonstrou solidariedade em sua conta no Twitter aos familiares das vítimas "neste momento de muita dor"

Doria lamenta mortes em Campos do Jordão

Doria lamenta mortes em Campos do Jordão

Renato S. Cerqueira /Estadão Conteúdo / 21.08.2019

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), lamentou, neste sábado (14), a morte de quatro pessoas após deslizamento de terra em Campos do Jordão.

Em sua conta no Twitter, o governador deixou sua solidariedade aos familiares em um momento de profunda dor:

Tragédia

Na manhã deste sábado (14), um deslizamento de terra nos bairros de Vila Britânia e Monte Carlo, em Campos do Jordão, em São Paulo, deixou quatro mortos: uma mulher e três crianças.

Outras 7 vítimas foram retiradas dos escombros dos locais atingidos e encaminhadas ao Hospital Municipal Estância de Campos do Jordão. De acordo com os Bombeiros, um menino de cinco anos e uma menina de dois anos continuam internados em observação, mas sem risco de morte.

Os deslizamentos ocorreram no início da noite desta sexta (13), em dois bairros: Monte Carlo e Vila Britânia. No primeiro, a vítima fatal foi um bebê de um ano e 11 meses. Os pais da criança foram socorridos e liberados. Na Vila Britânia, o deslizamento atingiu a casa de uma mulher que morreu. No imóvel, estavam a filha e seis netos — quatro foram socorridos na noite da sexta-feira e dois morreram.

As equipes dos Bombeiros, Defesa Civil, Guarda Municipal, Agentes de Trânsito e de Serviços Públicos trabalharam nos escombros durante toda a noite. Voluntários também se revezaram para ajudar no resgate. De acordo com a Record TV, os quatro corpos estão no IML de Taubaté.

A Prefeitura realiza a operação limpeza nas ruas atingidas. Até o momento, não há informação de outros deslizamentos. Na Vila Britânia, duas casas foram interditadas próximas ao local do deslizamento. Os moradores foram transferidos para casas de familiares. De acordo com os Bombeiros, não há informações de mais pessoas desaparecidas.