Doria pede abertura de inquérito policial contra autores de ameaças

Advogado do governador registrou B.O. contra um advogado que xinga e ameaça o tucano e um homem que fez as imagens durante carreata

Dois autores de ameaças contra Doria, em carreata, foram identificados

Dois autores de ameaças contra Doria, em carreata, foram identificados

Fábio Vieira/Fotorua/Estadão Conteúdo - 11.4.2020

O governador de São Paulo, João Doria, registrou na tarde desta segunda-feira (13) um segundo boletim de ocorrência contra uma nova ameaça recebida durante a carreata que ocorreu na avenida Paulista, na região central, no último sábado (11).

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro foram às ruas de São Paulo se manifestar contra as medidas adotadas pelo governo estadual contra a propagação do novo coronavírus.

O boletim, registrado na Divisão Antissequestro do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DOPE), narra um vídeo no qual um homem aparece gritando palavras de ordem contra o governador no último sábado (11), durante a carreata. 

Leia mais: Doria comenta ameaças e afirma: Não vou retroceder um milímetro

O homem foi identificado como sendo um advogado de 53 anos, registrado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP) e militante político do novo partido Aliança Pelo Brasil. O vídeo mostra o suspeito enrolado em uma bandeira do Brasil ameaçando matar João Doria e invadir sua residência para depredá-la. 

No registro da ocorrência, a defesa do governador também apresenta um segundo indiciado: um empresário que seria o responsável por registrar as imagens divulgadas em uma rede social.

Veja também: Doria minimiza protestos e diz que protege vida dos manifestantes

O advogado de Doria, Fernando José da Costa, representou queixas de incitação ao crime, injúria e ameaça, além de expedir um ofício à OAB-SP para que se adote as medidas administrativas que forem cabíveis à situação.