São Paulo Durante briga por chave, grávida empurra namorado e ele morre

Durante briga por chave, grávida empurra namorado e ele morre

Grávida de gêmeos, mulher relata que foi agredida e revidou empurrando companheiro, que bateu cabeça no chão e morreu

  • São Paulo | Do R7

Érika foi indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar

Érika foi indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar

Reprodução/Record TV

Um homem morreu após ser empurrado pela namorada, grávida de gêmeos do casal, depois de uma briga em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A mulher relata que não tinha intenção de matá-lo.

Segundo apurou a Record TV, o casal teria passado a noite anterior na casa de amigos, onde ingeriu bebidas alcóolicas. Os dois foram à praia de manhã, voltaram à noite e, ao perceberem que não achavam a chave da residência, se iniciou uma discussão.

Érika relatou que, durante a confusão, foi agredida com um soco e revidou empurrando Marcos, que bateu a cabeça no chão e morreu. Ela também contou à polícia que os dois haviam usado drogas na praia.

Segundo o advogado da mulher, a companheira chamou uma ambulância para Marcos logo na sequência da queda.

A família de Marcos não acredita na versão da mulher, e decidiu que pedirá a guarda dos filhos do casal, argumentando que a mulher não possui condições de cuidar das crianças.

Érika foi indiciada por homicídio culposo e responderá pelo crime em liberdade.

Últimas