São Paulo 'É cedo para falar em conexão com outras quadrilhas', diz secretário

'É cedo para falar em conexão com outras quadrilhas', diz secretário

Coronel Álvaro Camilo afirmou que a reação da polícia foi rápida, com duas trocas de tiros, mas que o grupo é organizado

  • São Paulo | Joyce Ribeiro, do R7

'É cedo para falar em conexão com outras quadrilhas', diz secretário Álvaro Camilo

'É cedo para falar em conexão com outras quadrilhas', diz secretário Álvaro Camilo

Reprodução Record TV

O coronel da Polícia Militar, Álvaro Camilo, que está como secretário em exercício da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, afirmou que a reação da polícia foi rápida após os ataques a agências bancárias em Araçatuba, no interior do estado.

"Fizemos uma força de reação rápida embora eles tenham tentado não deixar a polícia agir. Tivemos duas trocas de tiros, com um infrator morto, um ferido e um preso. Também houve cinco vítimas, sendo dois mortos na ação dos criminosos e três feridos. Um deles é morador de rua e mexeu nos explosivos", afirmou o secretário.

Participaram da ação, mais de 20 criminosos em mais de 10 veículos, que são periciados. O grupo manteve reféns e queimou carros para impedir a aproximação da polícia.

 "Há indícios de que a tropa é organizada e tenha feito treinamento para agir. Ainda é cedo para fazer qualquer relação com outras quadrilhas existentes. Vamos focar nas investigações", ressaltou o coronel da PM.

Operação

Segundo a polícia, são mais de 350 homens em Araçatuba. A cidade está cercada para tentar prender os demais suspeitos. Participam das buscas 4 Baeps (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), Goe (Grupo de Operações Especiais), Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) e a Polícia Civil colhe digitais para identificar os envolvidos nos ataques. Dois helicópteros Águia da PM vasculham a região.

Um dos pontos atacados por criminosos foi o Seret, uma espécie de tesouraria para distribuição de recursos do Banco do Brasil.

"Nós não sabíamos do volume financeiro lá. De qualquer forma, foi uma ação com informação privilegiada e a investigação está caminhando para chegar aos autores", destacou o secretário.

O coronel Camilo lembrou ainda que esta não é a primeira vez que ações como essa acontecem na região, mas, segundo ele, neste ano não houve nenhum outro assalto a banco na região. Estouro de caixas eletrônicos foram 9 em 2021. De acordo com o secretário, os números mostram que o trabalho da polícia tem surtido efeito para coibir este tipo de crime.

Por causa do abandono de explosivos na cidade, a recomendação é para que os moradores permaneçam em casa.

Últimas