São Paulo Em cinco anos, paulistanos aderem mais à caminhada e aos deslocamentos de bicicleta

Em cinco anos, paulistanos aderem mais à caminhada e aos deslocamentos de bicicleta

Viagens diárias realizadas dessa maneira cresceram 8% entre 2007 e 2012

Em cinco anos, paulistanos aderem mais à caminhada e aos deslocamentos de bicicleta

Ciclistas utilizam a ciclofaixa de lazer em trecho próximo ao Parque do Povo, na zona sul de São Paulo

Ciclistas utilizam a ciclofaixa de lazer em trecho próximo ao Parque do Povo, na zona sul de São Paulo

13.01.13/Tiago Queiroz/ Estadão Conteúdo

Os moradores da região metropolitana de São Paulo estão andando mais a pé e de bicicleta, e o número de viagens diárias feitas dessa maneira cresceu 8% entre 2007 e 2012, de acordo com a Pesquisa de Mobilidade 2012/2013, realizada pelo Metrô e pelo governo do Estado.

Em cinco anos, as viagens diárias a pé ou de bicicleta aumentaram de 13 milhões, em 2007, para 14 milhões, em 2012.

Nesse intervalo, a capital ganhou várias ciclofaixas e expandiu a malha cicloviária, totalizando mais de 245 km de pistas dedicadas ao trânsito seguro de bicicletas.

A grande preferência no deslocamento, no entanto, ainda é por veículos motorizados. Diariamente, 29,7 milhões de viagens são realizadas com carro, moto, metrô, trem, ônibus, fretado e táxi, contra os 14 milhões de viagens a pé e de bicicleta.

Também nesse período de cinco anos, a população de renda mais baixa diminuiu o número de viagens a pé e de bicicleta e passou a usar mais os veículos motorizados, de acordo com a pesquisa.

Ricos estão utilizando mais ônibus e metrô, diz pesquisa

Transporte coletivo perde espaço na Grande SP