São Paulo Em Dubai, empresários e Governo de SP querem fazer negócios

Em Dubai, empresários e Governo de SP querem fazer negócios

Comitiva visitou zona franca de comércio global de commodities, com mais de 18 mil empresas associadas em 170 países

  • São Paulo | Do R7

Em Dubai, empresários e representantes do Governo de SP querem fazer negócios

Em Dubai, empresários e representantes do Governo de SP querem fazer negócios

Divulgação / Governo de SP

A comitiva da Missão Dubai visitou na manhã desta segunda (25) o DMMC (Centro Multicommodities de Dubai em tradução livre), a zona franca de comércio global de commodities, na cidade dos Emirados Árabes Unidos. A agenda faz parte do segundo dia de atividades e tem como objetivo ampliar as relações comerciais, culturais e turísticas com outros países.

A InvestSP, a Agência de Promoção de Investimentos e Competitividade do Estado de São Paulo, organizou uma missão comercial para a Expo Dubai, com secretários estaduais e empresários paulistas. Eles vão participar de encontros em Dubai, Abu Dhabi e Sharjah para a realização de negócios e buscar por investimentos. A Missão recebeu investimento de R$ 4 milhões da iniciativa privada.

“O café brasileiro é o melhor em preço e qualidade. Estamos aprendendo com seu mercado. Está tudo bem se você escolher outro lugar para fazer negócios, mas primeiro você precisa saber o que oferecemos aqui em Dubai", disse Ahmed Bin Sulayem, CEO da DMCC.

A zona franca DMCC é um centro para o comércio global de commodities e fornece infraestrutura física, de mercado e financeira às empresas. Foi fundada em 2002 pelo Governo de Dubai e hoje é uma das mais importantes zonas francas do mundo, com mais de 18 mil empresas associadas de 170 países, e mais de 60 mil funcionários.

"O DMCC e São Paulo podem trabalhar juntos para trazer presidente da InvestSP, Gustavo Junqueira.

Expo Dubai

Entre os dias 24 e 3, o Pavilhão Brasil, que fica no distrito da Sustentabilidade, terá o estado de São Paulo como anfitrião. Durante a semana serão promovidas 96 horas de apresentações artísticas, culturais e esportivas. 

As exposições mundiais são realizadas desde 1851, a cada 5 anos. São eventos globais dedicados a encontrar soluções para os desafios fundamentais enfrentados pela humanidade. Com o tema “Conectando as mentes e criando um futuro”, a edição atual da feira foi dividida em três setores: oportunidade, mobilidade e sustentabilidade.

Últimas