São Paulo Em São Paulo, 11 semáforos são danificados por dia, segundo CET 

Em São Paulo, 11 semáforos são danificados por dia, segundo CET 

Nesta quinta, foram levados fios na avenida do Estado. Em apenas seis meses, foram registradas 2.017 ocorrências deste tipo na capital paulista

  • São Paulo | Do R7, com informações da Letícia Dauer, da Agência Record

Avenida do Estado é a via recordista de furto de cabos em São Paulo

Avenida do Estado é a via recordista de furto de cabos em São Paulo

Divulgação

A avenida do Estado, no centro da capital paulista, foi alvo, mais uma vez, de furto de cabos de semáforo nesta quinta-feira (16). A via é uma das recordistas em número de furtos e vandalismo. Em média, 11 semáforos são danificados por dia na cidade, segundo levantamento da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

Leia mais: Polícia Civil de SP faz megaoperação contra suspeitos de homicídios

Nesta manhã, o furto aconteceu no cruzamento da avenida do Estado com a ua Paula Souza, próximo ao Mercado Municipal de São Paulo. Os semáforos estão apagados e agentes de trânsito estão no local organizando o tráfego. De acordo com a CET, a equipe de manutenção faz o conserto e repõe o material roubado.

O período de quarentena, com ruas mais vazias e menor fluxo de veículos em circulação, contribuiu para o aumento de furto de fios e atos de vandalismo nos equipamentos que controlam os semáforos em São Paulo.

Leia ainda: Bruno Covas afirma que Virada Cultural de SP será online

Um levantamento feito pela CET, divulgado nesta semana, mostra que, nos seis primeiros meses do ano, foram registradas 2.017 ocorrências deste tipo de crime. No mesmo período de 2019, foram contabilizados 1.157 registros, o que representa um aumento de 74%.

Entre janeiro e junho, foram reinstalados 182 quilômetros de fiação elétrica nos equipamentos alvos de dano ao patrimônio. Esta é a distância aproximada entre São Paulo e a cidade de Aparecida, no interior do estado.

Veja também: As 5 cidades de São Paulo que ainda resistem à covid-19

Os locais recordistas em furtos em 2020 são as avenidas do Estado, Braz Leme, Abraão Ribeiro, Duque de Caxias, Inajar de Souza, Nagib Farah Maluf, Sapopemba, Oliveira Freire, além das ruas da Consolação e Norma Pieruccini Giannotti, segundo o levantamento da CET.

Últimas