São Paulo Em SP, só dois em cada 10 querem adotar crianças em faixa etária superior

Em SP, só dois em cada 10 querem adotar crianças em faixa etária superior

De 1.146 crianças e adolescentes disponíveis para adoção no Estado de São Paulo, 97% têm 5 anos ou mais. Entre os pretendentes, somente 18,6% têm interesse em adotar nessa faixa etária. Dados do Cadastro Nacional de Adoção (CNA) mostram que há 118 pretendentes para cada menino ou menina de até 5 anos. Entre as crianças e os adolescentes com o poder familiar já destituído - ou seja, disponíveis no sistema -, 64 têm entre zero e 5 anos. Mas são 7.599 pessoas interessadas em adotá-los.

A Vara da Infância de Santo Amaro, na zona sul, palco do projeto-piloto da campanha "Adote um boa-noite", está com aproximadamente 600 crianças e adolescentes abrigados, dos quais cerca de 80 disponíveis para adoção, isto é, que já tiveram o poder familiar destituído. Na Vara da Infância do Tatuapé, há cerca de 60 crianças e adolescentes abrigados, dos quais 15 disponíveis para adoção. "De alguns anos para cá, aumentou a quantidade de pessoas que aceitam adotar crianças um pouco maiores. Eu diria que hoje a barreira se encontra mais próxima dos 8 anos de idade", explica o juiz de Direito Gabriel Sormani. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Access log