São Paulo Em veículo de luxo, motorista atropela policial em SP e é preso

Em veículo de luxo, motorista atropela policial em SP e é preso

Vítima passou por cirurgia e está em estado grave. Condutor estava embriagado e disse não ter percebido que atingiu o PM

  • São Paulo | Letícia Dauer e Rafael Custódio, da Agência Record

Homem em veículo de luxo atropela policial militar na zona oeste SP e é preso

Homem em veículo de luxo atropela policial militar na zona oeste SP e é preso

Reprodução / Google Street View

O policial militar Cristiano Moreira da Silva, de 42 anos, está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital das Clínicas em estado grave, após ter sido atropelado por um cabeleireiro embriagado, que conduzia um veículo de luxo no Rio Pequeno, zona oeste de São Paulo.

O acidente aconteceu por volta das 5h deste sábado (10). Segundo a Polícia Civil, o policial integra a equipe de segurança do governador João Doria.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares foram acionados para atender uma ocorrência de acidente de trânsito e encontraram o agente desacordado na avenida Escola Politécnica, número 3.600.

Testemunhas disseram que o motorista de um veículo de luxo, uma Land Rover verde, atropelou o motociclista e em seguida fugiu a pé, abandonando o carro poucos metros à frente.

Os policiais militares foram até o local onde o carro foi abandonado. No entanto, por volta das 8h, o motorista apareceu. Aos policiais, o cabeleireiro contou que sofrera uma tentativa de roubo em um semáforo após abastecer no posto de gasolina. Então, para fugir, ele acelerou o carro.

Sobre o acidente, o suspeito falou que escutou o barulho, mas não percebeu que havia colidido, e fugiu a pé, uma vez que o carro parou de funcionar. Ao voltar para buscar o veículo, encontrou os policiais.

O condutor confessou que ingeriu bebidas alcoólicas e foi submetido ao teste do bafômetro, que acusou embriaguez de 0,78 miligramas de álcool por litro de sangue.

Levado ao Hospital das Clínicas, o policial militar passou por cirurgia por causa de um traumatismo craniano e uma fratura na pelve.

O delegado do 14º Distrito Policial em Pinheiros decretou a prisão do condutor em flagrante por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor.

Últimas