São Paulo Empresa de ração informa que não tem relação com instituto suspeito de maus tratos a animais

Empresa de ração informa que não tem relação com instituto suspeito de maus tratos a animais

Mais de 200 animais foram retirados de laboratório; alguns estavam congelados em nitrogênio

  • São Paulo | Do R7

Mais de 200 animais foram levados de instituto na noite de ontem

Mais de 200 animais foram levados de instituto na noite de ontem

Cristiano Novais/Cpn/Estadão Conteúdo

Ativistas invadiram a unidade do Instituto Royal de São Roque, localizado no km 56 da rodovia Raposo Tavares, no interior de São Paulo, por causa de possíveis atividades de crueldade com animais em testes de produtos farmacêuticos realizados pela empresa. O protesto ocorreu na noite desta quinta-feira (17) e nesta sexta-feira (18), a empresa Royal Canin do Brasil informou que não tem vínculo com o instituto.

Em nota enviada à imprensa, a Royal Canin declara que por causa da "similaridade de nomes" pode ser feita alguma associação entre as empresas e esclarece: "não realizamos e nem apoiamos testes que possam trazer sofrimentos aos animais".

Além disso, informou também que em 2012, "quando este assunto veio à tona, tomou todas as medidas legais cabíveis, junto a Promotoria de Justiça do GECAP (Grupo de Atuação Especial de Combate aos Crimes Ambientais e de Parcelamento Irregular do Solo) da Comarca de São Paulo, para assegurar e comprovar a inexistência de qualquer relação entre a empresa e o referido Instituto".

Assista ao vídeo:
 

Últimas