Empresários doam R$ 96 milhões ao Instituto Butantan em São Paulo

Segundo o governo de São Paulo, a meta é dobrar de 60 milhões para 130 milhões de vacinas produzidas. 'Doação dá agilidade ao processo', diz Covas

Governador exibe dose de vacina produzida pelo Instituto Butantan

Governador exibe dose de vacina produzida pelo Instituto Butantan

Divulgação

Empresários de São Paulo doaram o valor de R$ 96 milhões para o Instituto Butantan, parceiro de uma farmacêutica chinesa no desenvolvimento de uma vacina para o novo coronavírus. O anúncio da doação da iniciativa privada foi feito nesta quarta-feira (29) durante a coletiva de imprensa do governo do Estado, no Palácio dos Bandeirantes. 

"Empresários se reuniram para promover a busca de doações para o Butantan para agilizar a capacidade de duplicar a produção da vacina Coronavac em São Paulo", afirmou o governador João Doria. "A meta é dobrar de 60 milhões para 130 milhões, lembrando que são duas doses da vacina."

"Precisamos desse dinheiro da iniciativa privada para permitir contratações mais rápidas para dar agilidade ao processo", afirmou Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan.