São Paulo Energético "dá asas", diz juiz ao condenar acusado de arrancar braço de ciclista

Energético "dá asas", diz juiz ao condenar acusado de arrancar braço de ciclista

Defesa contesta versão de que Alex Siwek misturou vodca com energético e vai recorrer

  • São Paulo | Alvaro Magalhães e Josmar Jozino

Bicicleta de Souza ficou destruída

Bicicleta de Souza ficou destruída

Marco Ambrósio/Estadão Conteúdo

O juiz Walter Calciolari, da 25ª Vara Criminal de São Paulo, usou o slogan da marca de um conhecido energético na sentença em que condenou, por lesão corporal culposa e por deixar o local de acidente, o motorista Alex Kozloff Siwek a seis anos de prisão, a serem cumpridos inicialmente em regime semiaberto.

Siwek era acusado de provocar o acidente que decepou o braço do ciclista David Santos Sousa, na avenida Paulista, em 10 de março de 2013. O caso aconteceu às 5h45. De acordo com a decisão judicial, antes do acidente Siwek ingeriu três doses de vodca com energético em uma casa noturna. 

Na sentença, o juiz Calciolari afirma: "A forma agressiva de dirigir, externada pelo réu, converge com o que em regra se vê daqueles que conduzem veículo automotor, sob influência de álcool. Nesse mesmo sentido, o que se constata da ficha de consumo, em nome do réu, na Casa Noturna Josephine, fornecida pelo sócio-proprietário, onde consta que Alex consumiu ao menos três doses de vodka 'Ketel One', além do energético 'Red Bull', cuja vinheta do fabricante é pública e notória: 'Red Bull te dá asas !!!'."

A frase aparece em negrito e itálico na sentença, seguida dos três pontos de exclamação. Além da condenação a seis anos, Siwek teve a carteira de habilitação suspensa por cinco anos.

Defesa contesta

A defesa de Siwek contesta a versão de que o motorista bebeu antes do acidente e afirma que vai recorrer da decisão.

— Ele comprou a bebida. Isso não significa que tenha ingerido — afirmou o advogado Cássio Paoletti. 

Depois do acidente, Siwek jogou o braço de Sousa, que havia ficado em seu Honda Fit, no córrego da avenida Ricardo Jafet. Em seguida, apresentou-se a um policial militar em uma base.

Leia mais notícias de São Paulo no R7

Ciclista atropelado ganha prótese que vale mais de R$ 80 mil

Nove ciclistas são internados por dia vítimas de acidente de trânsito

Assista ao vídeo sobre o braço mecânico de Sousa:

Últimas