São Paulo Escola de SP suspende aulas por falta de funcionários de limpeza

Escola de SP suspende aulas por falta de funcionários de limpeza

Atividades da Escola Estadual Paulo Eiró  seguirão pelo Centro de Mídias e com acompanhamento online dos professores

  • São Paulo | Rodrigo Martinez, da Agência Record*

Aulas foram suspensas por falta de profissionais de limpeza

Aulas foram suspensas por falta de profissionais de limpeza

Reprodução/Google Street View

A Escola Estadual Paulo Eiró, na zona sul de São Paulo (SP), suspendeu as aulas presenciais por falta de funcionários de limpeza, na manhã desta terça-feira (17).

Segundo o governo paulista, as atividades seguirão pelo Centro de Mídias e com acompanhamento online dos professores.

A reportagem solicitou uma nota sobre o caso à Seduc (Secretaria da Educação do Estado) de São Paulo.

Confira o posicionamento da pasta:

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) esclarece que a empresa terceirizada que presta serviços de limpeza à unidade escolar deixou de efetuar pagamento aos funcionários, apesar de ter recebido pontualmente da pasta. A Seduc não foi comunicada previamente e atuou assim que soube do problema.

A empresa foi penalizada com a rescisão do contrato e também irá responder legalmente. A situação será regularizada com um contrato emergencial que já está em andamento e deve começar a vigorar até quinta-feira (19). Os estudantes não serão prejudicados, pois as aulas seguem normalmente pelo Centro de Mídias e os professores farão o acompanhamento online de todas as atividades. 

*Estagiário da Agência Record, sob supervisão de Isabelle Gandolphi

Últimas