São Paulo Estação ferroviária histórica do interior de SP será restaurada

Estação ferroviária histórica do interior de SP será restaurada

Em 2022, prédio da cidade de Presidente Epitácio completa 100 anos. Estrutura foi destruída durante incêndio em agosto no ano passado 

Agência Estado
Incêndio destruiu uma das estações da antiga Estrada de Ferro Sorocabana

Incêndio destruiu uma das estações da antiga Estrada de Ferro Sorocabana

Divulgação/Estações Ferroviárias do Brasil

A histórica estação ferroviária de Presidente Epitácio, destruída por um incêndio em agosto de 2019, ganhou obras de restauração. A prefeita Cássia Furlan (PRB) assinou ordem de serviço no valor de R$ 459 mil para a recuperação do prédio. A empresa vencedora da licitação deu início às obras na última quinta-feira (23) e deve entregar o prédio restaurado no prazo de oito meses. A estação completa 100 anos em 2022.

A cidade do interior paulista é estância turística e as obras estão sendo realizadas com recursos do Dadetur (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo) do governo estadual.

Leia mais: Governo de SP afrouxa regras em plano flexibilização do estado

Depois de pronto o restauro, o prédio vai abrigar a Secretaria de Turismo e Cultura do município, o ateliê cultural e o acervo histórico municipal. "Após o episódio em que a estação foi tomada pelo fogo, ter a oportunidade de revitalizar um espaço que já foi cenário de uma época tão importante em nosso município é gratificante", disse a prefeita.

A estação é considerada um marco importante da história ferroviária em São Paulo por ter sido o ponto final da EFS (Estrada de Ferro Sorocabana). Os trens partiam da Estação Júlio Prestes, no centro da capital, e retornavam após chegar a Presidente Epitácio, no extremo oeste, divisa com Mato Grosso do Sul.

Veja também: Alesp deve discutir esta semana projeto de lei para orçamento 2021

A cidade deve seu nome à presença do então presidente da República Epitácio Pessoa na comemoração da chegada dos trilhos à cidade, em agosto de 1921. Até então, a localidade se denominava Porto Tibiriçá. A estação, em obras, foi inaugurada no ano seguinte.

Últimas