São Paulo Estação Francisco Morato começa a operar nesta terça-feira (1º)

Estação Francisco Morato começa a operar nesta terça-feira (1º)

Parada conta com o 19º Espaço Acolher da CPTM, um local de atendimento a mulheres vítimas de importunação e assédio sexual em trens e estações

Estação conta com o 19º Espaço Acolher da CPTM

Estação conta com o 19º Espaço Acolher da CPTM

Divulgação/ Diário do Treansporte

A nova estação Francisco Morato da linha 7-Rubi, da CPTM (Companhia de Trens Metropolitanos) passa a funcionar na manhã desta terça-feira (1°). 

A estação de Francisco Morato foi entregue quatro meses antes do previsto. A obra custou R$ 160 milhões. O gasto prevê, além da construção da linha, obras de via permanente, como manutenção da infraestrutura, trilhos, dormentes, postes, treliças, fios de contato, entre outros.

O local conta ainda com espaço de acolhimento para mulheres vítimas de importunação e assédio sexual dentro dos trens e estações da companhia. Para coibir este e outros crimes, foram instaladas 88 câmeras de segurança em toda a estação.

A nova estação tem cinco escadas rolantes, três elevadores, dois acessos externos, dois túneis sob a via férrea para a circulação de passageiros e está localizada ao lado do terminal de ônibus do município. O local também tem sanitários disponíveis aos passageiros na área paga – todos acessíveis – e validadores de bilhete único. Contra imprevistos e atrasos por conta de fortes chuvas e enchentes, a via foi construída com um sistema de drenagem. 

Últimas