Estações de metrô e trem passam a fechar à meia-noite aos sábados

Composições circulavam até 1h da manhã de domingo, mas agora o funcionamento passa a ser como todos os dias da semana: das 4h40 até 00h

Medida vai durar até o término da quarentena na Região Metropolitana de SP

Medida vai durar até o término da quarentena na Região Metropolitana de SP

WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO- 21/05/2020

Este sábado (23) é o primeiro dos sábados em que as estações de metrô e trem de São Paulo passam a fechar as portas uma hora mais cedo. Em vez de estender a operação até 1h de domingo, como ocorria antes da pandemia, as estações vão encerrar os trabalhos à meia-noite. A medida vale apenas para o fim do expediente dos sábados. Nos outros dias da semana, o sistema opera normalmente.

Leia também: Assembleia de SP aprova alteração de feriado para a próxima segunda

O Metrô de São Paulo, responsável pelas linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha, informou por meio de suas redes sociais que a medida vai durar até o término da quarentena na Região Metropolitana de São Paulo. A regra vale também para as linhas 4-Amarela, gerenciada pela concessionária ViaQuatro e para a 5-Lilás, da concessionária ViaMobilidade.

Aos sábados, os trens circulavam até 1h da manhã de domingo, mas agora passa a ser como todos os dias da semana, das 4h40 até 00h.

Leia também: Em meio à pandemia, ONG arrecada 3 mil sabonetes para idosos em SP

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), que opera os trens urbanos de São Paulo, começa também no dia 23 de maio a adotar a mesma medida de fechar uma hora mais cedo em dias de sábado.

O horário de início das operações permanece às 4 da manhã na CPTM e às 4h40 no Metrô. Ônibus da EMTU não serão impactados.