Estado de São Paulo chega a 5.773 mortes por covid-19

Dados desta sexta-feira (22) reforçam tendência já divulgada pelo governo do avanço do novo coronavírus pelo interior do estado 

Movimentação na AME de Heliopólis, zona sul  
de São Paulo

Movimentação na AME de Heliopólis, zona sul de São Paulo

ANDERSON LIRA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO - 20/05/2020

O total de pessoas mortas por covid-19 em São Paulo cresceu 3,8% nas últimas 24 horas, chegando a um total de 5.773 óbitos, segundo a Secretaria Estadual da Saúde. Foram mais 215 mortes nas últimas 24 horas. O total de casos confirmados da doença aumentou de 73.793 para 76.871 também nas últimas 24 horas no Estado, epicentro da doença no País.

Leia mais: Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Ao todo, 74,7% dos leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) do Estado reservados para pacientes infectados pelo novo coronavírus estão ocupados. Na Grande São Paulo, a situação é mais próxima da lotação: 91,4% das vagas já estão preenchidas, segundo a secretaria.

"Há 11,6 mil pacientes internados em São Paulo, sendo 4.433 em UTIs e 7.176 em enfermaria. Até o momento, já ocorreram 15.296 altas de pacientes que tiveram confirmação de covid-19 e foram assistidos em hospitais", informa o governo estadual.

Os dados desta sexta-feira reforçam tendência já divulgada pelo governo, de avanço da doença pelo interior do Estado: dos 645 municípios de São Paulo, 500 têm registro da doença. "O vírus continua se espalhando pelo Estado e já alcança 500 municípios paulistas, o equivalente a 77,5 % do território", informa a nota.

Dados divulgados mais cedo mostram que o feriadão prolongado criado na capital conseguiu fazer a taxa de isolamento social na cidade ficar em 52% na quinta-feira. No restante do Estado, entretanto, essa taxa foi de 49%. Na próxima segunda, 25, haverá um novo feriado, desta vez em vigor em todo o Estado.