São Paulo Estado de São Paulo tem queda no número de nascimentos em 2020

Estado de São Paulo tem queda no número de nascimentos em 2020

Segundo Fundação Seade, foram 31 mil a menos que em 2019. Fecundidade da mulher passou de 1,7 filho para 1,6 na década

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Estado de São Paulo tem queda no número de nascimentos em 2020 em relação a 2019

Estado de São Paulo tem queda no número de nascimentos em 2020 em relação a 2019

Sergio Moraes - 15/03/2019/Reuters

Um estudo da Fundação Seade, lançado nesta quarta-feira (5) com base nas informações das estatísticas do Registro Civil processadas na Casa, mostra que em 2020 houve um decréscimo no número de nascidos vivos: foram 31 mil a menos que em 2019.

Como consequência, a fecundidade da mulher paulista também teve uma queda na última década, passando de 1,7 filho para 1,6 por pessoa.

Já a sazonalidade entre os meses do ano se manteve, com mais nascimentos entre março e maio, e um menor número em outubro e novembro.

A razão de sexo entre os recém-nascidos se manteve: hoje ela está em 105 meninos para 100 meninas, tendência notada também em outros países.

Outro ponto de destaque do estudo é a redução na proporção de mães com menos de 20 anos, que passou de 15% para 10%, entre 2010 e 2020. Houve também o aumento do grupo com mais de 30 anos, que antes era de 34% e foi para 43%, no mesmo período.

Já a estrutura etária não é homogênea nos municípios paulistas e varia de acordo com a estrutura e vulnerabilidade socioeconômica de cada território.

Últimas