Coronavírus

São Paulo ‘Estou confiante’, diz Nunes sobre adesão à virada da vacina em SP

‘Estou confiante’, diz Nunes sobre adesão à virada da vacina em SP

Prefeito da capital paulista esperar que a cidade terá um percentual próximo a 100% de sua população adulta imunizada

  • São Paulo | Do R7

Cidade de SP possui 600 mil pessoas entre 18 e 21 anos

Cidade de SP possui 600 mil pessoas entre 18 e 21 anos

Divulgação/Governo de SP - 19.01.2021

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, afirmou nesta sexta-feira (13), na Live JR, que gestão municipal está confiante com a adesão da população jovem à virada da vacina contra a covid-19 neste fim de semana, com 34 horas ininterruptas de aplicação do imunizante entre sábado e domingo.

“Estamos muito confiantes, estamos com um percentual da população vacinada muito acima da média do país. A população realmente aderiu à vacina e compreendeu a importância de se vacinar. Concluiremos no domingo a campanha pra vacinar todos acima dos 18 anos, e tenho certeza que estaremos com um percentual muito alto, bem perto de 100%”, afirmou Nunes, que também citou os baixos índices de adesão nos Estados Unidos para destacar a capital paulista.

Quando perguntado se haverá doses suficientes para as 600 mil pessoas entre 18 e 21 anos que vivem na cidade, o gestor assegurou que sim: “optamos por só comunicar a vacinação quando tivéssemos a vacina no estoque, portanto estamos com as vacinas necessárias para o fim de semana”.

Nunes concedeu entrevista à Record TV nesta sexta

Nunes concedeu entrevista à Record TV nesta sexta

Reprodução/Youtube/Record TV

A respeito da xepa utilizada para antecipar a segunda, a partir da próxima semana, Nunes garantiu que há aprovação científica para a medida. “Não faríamos nada que não fosse cientificamente comprovado”, disse.

Com este procedimento da prefeitura, aqueles que receberam aplicações com a Pfizer ou a AstraZeneca poderão ser chamados para a xepa com 60 dias entre as doses, em vez de 90, e para quem tomou a vacina da CoronaVac, 15 em vez de 28.

O prefeito também informou que a busca ativa com a segunda dose da Pfizer para grávidas que receberam a AstraZeneca atingiu mais de 70% do público de 652 mulheres.

Falta de AstraZeneca

Ao ser questionado a respeito da falta da vacina AstraZeneca, registrada em 86% dos postos da capital, Nunes disse que a cidade recebeu um lote com 200 mil doses do imunizante e as está distribuindo.

Retomada das aulas presenciais

Ricardo Nunes também comentou a respeito da preocupação de sua gestão com a evasão escolar.

Segundo ele, um estudo da prefeitura identificou 30% dos alunos das creches paulistanas realizando nenhuma ou pouquíssimas atividades escolares, o que seria um indicativo de evasão. “Estamos fazendo uma ação ativa para ligar e procurar pelos alunos que não participam das atividades”, assegurou.

O prefeito garantiu também que o cartão-alimentação não será retirado dos alunos da rede municipal.

Cracolândia

Nunes disse que, em relação à Cracolândia, atuará em duas frentes: os usuários de drogas e os traficantes. Aos usuários, o prefeito destacou que o projeto realiza a abordagem e leva a pessoa ao tratamento com dois sistemas: de redução de danos ou abstinência.

Para o tráfico, a medida apontada foi dobrar o número de GCMs na região e realizar revistas no local, de modo a evitar que as pessoas entrem ali para montar as barracas de venda dos entorpecentes.

Últimas