São Paulo Ex-namorado confessa assassinato de jovem a facadas em Cariacica

Ex-namorado confessa assassinato de jovem a facadas em Cariacica

Preso já responde a oito inquéritos por violência doméstica. Vítima havia pedido medida protetiva à Justiça do Espírito Santo

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Luana e Rodrigo

Luana e Rodrigo

Reprodução/Record TV

Um homem se entregou à polícia e confessou ter assassinado a facadas a ex-namorada na Vila Capixaba, em Cariacica, no Espírito Santo. Desde 2014, Rodrigo Pires Rosa já responde a oito inquéritos por violência doméstica.



A técnica em segurança do trabalho Luana Demonier, de 25 anos, havia pedido medida protetiva contra ele ao Tribunal de Justiça do Espírito, assim como outras cinco ex-companheiras de Rodrigo. O crime surpreendeu até a delegada, que se chocou com a frieza do preso.

O relacionamento entre Luana e Rodrigo durou pouco mais de dois anos e havia terminado há poucos meses.

Horas antes de ser assassinada, Luana enviou uma mensagem de áudio em um grupo de amigas, que eram ex-mulheres de Rodrigo. "Eu não ia contar nada para vocês, porque estou resolvendo com os policiais da [lei] Maria da Penha, mas o Rodrigo me perseguiu hoje de manhã de novo", afirmou.

O assassinato aconteceu na terça-feira (9). Os dois caminhavam lado a lado quando, de repente, Rodrigo pegou uma faca escondida nas roupas e começou a atacar Luana. Segundo a delegada Rafaella Aguiar, ele alegou que estava fora de si.

O argumento de que não estava em sã consciência não convenceu a polícia. Rodrigo irá responder por homicídio duplamente qualificado, por impossibilidade de defesa da vítima e feminicídio. A pena pode chegar a 30 anos de prisão.

Últimas