Ex-PM suspeito de matar Guilherme é investigado por outras 49 mortes

Investigadores apuram se suspeito de atuar na morte do garoto de 15 anos participou também de outros crimes na zona sul de São Paulo em 2012 e 2013

Guilherme foi sequestrado e morte em junho

Guilherme foi sequestrado e morte em junho

Reprodução/Record TV

A Polícia Civil apura se o ex-policial militar Gilberto Eric Rodrigues participou de outros 49 crimes de homicídio que aconteceram entre 2012 e 2013, na zona sul de São Paulo.

As características dos crimes e a localidade, segunda as investigações, são similares a que resultou na morte do estudante Guilherme Silva Guedes, de 15 anos, no dia 14 de junho.

O ex-PM Gilberto foi identificado como participante do sequestro e da morte do estudante, além de ser apontado como um dos autores de uma chacina que aconteceu no Jardim Rosana, na zona sul, em 2013.

Durante as investigações do caso do menino Guilherme, o DHPP levantou esses outros 49 crimes. A polícia busca agora confirmar se Gilberto estava de fato envolvido nos demais crimes.

O ex-policial militar está foragido desde 2015, quando fugiu do Presídio Militar Romão Gomes, na zona norte de São Paulo. Desde então ele trabalhava para o sargento Adriano, em sua empresa de segurança. Ele usava um nome falso, se identificando como Roberto.