Coronavírus

São Paulo Família de idoso acusa enfermeiro de simular vacinação em SP

Família de idoso acusa enfermeiro de simular vacinação em SP

Filho da vítima procurou a Polícia Civil para denunciar o caso, ocorrido na UBS Jordanópolis, em Cidade Dutra, zona sul da capital

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Família de idoso registrou boletim de ocorrência

Família de idoso registrou boletim de ocorrência

Pixabay

A família de um idoso de 74 anos acusa um enfermeiro de simular aplicação de vacina contra o novo coronavírus na UBS (Unidade Básica de Saúde) Jordanópolis, em Cidade Dutra, na zona sul de São Paulo.

O filho de José Angelo de Souza disse à Polícia Civil que fez um vídeo do pai sendo vacinado, em 19 de março, e só percebeu que a aplicação não foi concluída, após publicar a gravação em um grupo de familiares, no WhatsApp.

Nesta terça-feira (30), José Angelo e seu filho foram até o 101º DP (Jardim das Imbuias) para registrar um boletim de ocorrência.

Depois de prestar esclarecimentos na delegacia, o enfermeiro — cuja identidade não será divulgada — foi liberado. Segundo o boletim de ocorrência, após colher os depoimentos dos envolvidos a Polícia Civil dará continuidade nas investigações.

A Agência Record solicitou um posicionamento à SMS (Secretaria Municipal da Saúde), que enviou a seguinte nota:

"A Prefeitura de São Paulo, por meio da Supervisão Técnica de Saúde (STS) Capela do Socorro, da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e a Associação Saúde da Família, Organização Social de Saúde (OSS) que administra a UBS Jordanópolis, realizaram nesta terça-feira (30) visita técnica na UBS. Na ocasião, foi solicitada a abertura de uma Sindicância para averiguação criteriosa do caso.

A SMS reitera que todos os profissionais são capacitados e responsáveis e lamenta o constrangimento a que foram submetidos.

A Pasta colabora com o 101º DP para a apuração dos fatos."

Últimas