São Paulo Família diz que jovem preso por tráfico de drogas em SP é inocente

Família diz que jovem preso por tráfico de drogas em SP é inocente

Polícia prendeu rapaz em ponto de venda de drogas na zona leste de São Paulo. Mãe do jovem diz que ele é usuário, e nega tráfico

  • São Paulo | Rodrigo Martinez, da Agência Record

Jovem foi preso por tráfico de drogas

Jovem foi preso por tráfico de drogas

Arquivo pessoal

O jovem Jhonatan Souza Daniel, de 21 anos, foi preso na noite de 23 de março deste ano, no Jardim Aurora, zona leste de São Paulo, sob acusação de tráfico de drogas. Desde então, a família do rapaz tenta provar sua inocência e dizer que a prisão foi injusta.

De acordo com a Polícia Civil, Jhonatan foi encontrado com R$ 128 em dinheiro. Um amigo, identificado como Allysson Portas Rocha, de 20 anos, também foi preso. Ele estava com diversas porções de maconha e cocaína em uma pochete.

Segundo Elaine Souza, mãe de Jhonatan, o filho está preso injustamente, já que foi detido em um ponto de venda de drogas, por engano, enquanto comprava maconha para uso próprio. Segundo ela, Jhonatan é usuário há alguns anos.

A família se mudou recentemente para Guaianases e o filho estava ajudando a mãe com a organização da nova casa quando saiu para comprar maconha. Ela disse que ele trabalha em uma ótica na rua 25 de Março, na região central de São Paulo, e não tem passagens pela polícia.

A versão da mãe é de que Jhonatan estava no ponto de venda de drogas quando a polícia chegou e prendeu ele e o amigo por engano. Para ela, os verdadeiros traficantes fugiram na hora da chegada da polícia e conseguiram escapar.

A polícia afirma que fez buscas no local, que é conhecido ponto e tráfico de drogas. Oa região, os policiais teriam identificado um homem que era procurado por algumas pessoas e apontava para um outro suspeito que tirava drogas de uma pochete e entregava aos usuários.

No momento da abordagem, um terceiro suspeito teria aparecido e entregue uma sacola plástica ao traficante. Ainda conforme a polícia, Jhonatan era quem indicava o traficante aos usuários e foi preso primeiro. O amigo foi preso em seguida e outros suspeitos fugiram.

A polícia afirma que os dois confessaram que estavam vendendo drogas no local, sendo que Jhonatan afirmou que ganhava cerca de R$ 300,00 para acobertar e monitorar o tráfico de drogas no local.

Na delegacia, os dois negaram que faziam parte do tráfico de drogas, disseram que eram amigos de infância e que estavam usando drogas juntos. Os dois foram presos por tráfico de drogas e o caso foi registrado no 10º DP (Penha).

Últimas