Coronavírus

São Paulo Feriado em SP: isolamento sobe 8 pontos percentuais em três dias

Feriado em SP: isolamento sobe 8 pontos percentuais em três dias

Apesar de acréscimo, capital paulista já registrou índices iguais ou superiores que os deste domingo (28) em outras três datas

  • São Paulo | Do R7

Índice de isolamento em São Paulo foi de 50% no domingo (28)

Índice de isolamento em São Paulo foi de 50% no domingo (28)

Vinicius Nunes/Agência F8/Estadão Conteúdo

A taxa de isolamento social na cidade de São Paulo (SP) aumentou em 8 pontos percentuais nos três primeiros dias de megaferiado, criado pela prefeitura paulistana como forma de barrar a disseminação do novo coronavírus.

Na quinta (25) e na sexta-feira (26), último dia útil e primeira data do feriado prolongado, respectivamente, o índice na capital paulista era de 42%. Já no sábado (27) a taxa era de 45%, subindo para 50% no domingo (29).

O acréscimo, no entanto, segue uma proporção comum na pandemia, em que os índices atingem suas porcentagens mais altas sempre aos domingos.

Somente em 2021, por exemplo, São Paulo teve outras três datas com taxa igual ou superior à deste domingo: 3 de janeiro (51%), 7 de março (50%) e 21 de março (51%).

Nível de isolamento diminui e SP tem trens e ônibus lotados de novo. Veja fotos

Estado tem acréscimo em mesmo ritmo

Os números do Estado de São Paulo apresentaram o mesmo ritmo de crescimento que a capital paulista: na quinta e na sexta-feira, o índice de isolamento social foi de 43%.

Houve um aumento de 5 pontos no sábado (46%) e, no domingo, o Estado chegou a 51% de isolamento social.

Assim como na capital, taxas iguais ou muito próximas foram registradas em outras datas ao longo deste ano em solo paulista: 3 de janeiro (50%), 7 de março (51%), 14 de março (50%) e 21 de março (51%).

Últimas