São Paulo Ferroviários aceitam proposta do governo e encerram greve da CPTM

Ferroviários aceitam proposta do governo e encerram greve da CPTM

Decisão foi tomada no início da noite desta terça-feira (24), após reunião com o secretário paulista dos Transportes Metropolitanos

  • São Paulo | Rafael Custódio, da Agência Record

Passageiro na Linha 11-Coral da CPTM, em Mogi das Cruzes (SP), nesta terça (24)

Passageiro na Linha 11-Coral da CPTM, em Mogi das Cruzes (SP), nesta terça (24)

JONNY UEDA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 24.8.2021

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil, responsável pelas linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), decidiu, no início da noite desta terça-feira (24), encerrar a greve da categoria. a decisão foi tomada após salarial direto Alexandre Baldy, secretário estadual dos Transportes Metropolitanos de São Paulo.

Os trens voltaram a circular a partir das 19h. A paralisação, iniciada à 0h, atingiu as linhas 11- Coral, 12-Safira e 13-Jade, administradas pelo sindicato — que acatou a proposta de reajuste salarial de 4% para 2020 e de 6% com relação a 2021.

Dividido em cinco parcelas, o pagamento retroativo será feito a partir de outubro e terminar em março do próximo ano, uma vez não haverá depósito no mês de janeiro.

Também nesta terça-feira, foram anunciadas dez demissões de funcionários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) que haviam aderido à greve. No entanto, a decisão foi revertida pelo secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, como uma das condições de cessar a paralisação. 

A circulação dos trens deve ser normalizada até às 19h, nas linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade, cujos colaboradores são filiados ao Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil.

Lourival Junior, secretário de imprensa da categoria, disse que desde a última segunda-feira (23), os colaboradores estão em contato com o sindicato para viabilizar a negociação e andamento da greve.

Confusão

Um passageiro flagrou omomento em que teve início uma confusão e aglomeração ao tentar embarcar em um ônibus durante a greve. O registro foi publicado nas redes sociais.

O caso

Ferroviarios das linhas 11- Coral, 12-Safira e 13-Jade da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), iniciaram a greve por tempo indeterminado a partir das 0h desta terça-feira (24).

Em assembleia que terminou por volta das 20h desta segunda-feira (23), o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil, que representa a categoria, decidiu aderir a paralisão que já estava prevista desde o dia 4 de agosto. O grupo reivindicava pela campanha salarial de 2020/21 e 2021/22.

A CPTM implementou um plano de contigência para atender a população, principalmente aos que trabalham em serviços essenciais.

De acordo com a companhia, o TRT (Tribunal Regional do Trabalho), havia determinado que os ferroviários mantivessem 70% da frota, das 5h às 9 e das 17h às 20h e 50% nos demais horários, sob pena de multa em 100 mil diários.

Ainda durante a tarde da terça o TRT realizou uma tentativa de conciliação entre o sindicato dos ferroviários e a CPTM, porém as partes não entraram em um acordo.

Passageiros de SP enfrentam dia de greve da CPTM em três linhas:

Últimas