São Paulo Festa clandestina com 150 pessoas é interrompida na zona leste de SP

Festa clandestina com 150 pessoas é interrompida na zona leste de SP

Ao todo, 45 estabelecimentos foram inspecionados e oito autuados entre a noite de sexta (30) e a madrugada deste sábado (1º)

  • São Paulo | Rafael Custódio, da Agência Record

Festa interrompida na zona leste de São Paulo

Festa interrompida na zona leste de São Paulo

Divulgação

Uma festa com 150 pessoas, a maioria delas sem máscaras de proteção, foi interrompida pela fiscalização do Comitê de Blitze do governo do estado na rua Cesario Galeno, no Tatuapé, zona leste de São Paulo, na madrugada deste sábado (1º).

A Vigilância Sanitária Estadual inspecionou, ao todo, 45 estabelecimentos na cidade entre a noite de sexta (30) e esta madrugada. Além do bar onde ocorria a festa, outros sete estabelecimentos foram autuados por funcionarem além das 19h nos bairros Liberdade, Aclimação, Jardim Aricanduva e Brooklin.

A Polícia Militar realizou 263 dispersões e flagrou 47 pontos de aglomeração. Mais de 11,6 mil veículos foram vistoriados e 16 pessoas foram presas - 13 procurados pela Justiça.

Desde o início do toque de restrição, em 26 de fevereiro, a PM realizou mais de 8 mil operações em todo o Estado. No total, 7.423 pessoas foram presas, sendo 4.826 procurados pela Justiça.

A denúncia de festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pode ser feita pelo telefone 0800-771-3541, pelo site www.procon.sp.gov.br ou pelo e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br, do Centro de Vigilância Sanitária.

Últimas