Coronavírus

São Paulo Festa clandestina com 500 pessoas em subsolo é encerrada em SP

Festa clandestina com 500 pessoas em subsolo é encerrada em SP

Entre sexta (23) e domingo (25), 1.100 pessoas foram flagradas em aglomerações, em 42 ocorrências registradas em Guarulhos (SP)

  • São Paulo | Nayara Paiva*, da Agência Record

Pimentais (4 casos) Centro (4) e Vila Rio de Janeiro (3) lideram no número de denúncias

Pimentais (4 casos) Centro (4) e Vila Rio de Janeiro (3) lideram no número de denúncias

Divulgação Governo de São Paulo

Uma festa clandestina com cerca de 500 pessoas foi interrompida pela GCM (Guarda Civil Municipal) no Boteco da Vila, na rua Armando Arruda Pereira, na Vila Zaira, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, na noite deste sábado (24). A festa acontecia no subsolo do estabelecimento.

A GCM informou que, entre os dias 23 e 25, recebeu mais de 40 denúncias de aglomeração e perturbação do sossego, em 10 bairros, sendo que Pimentais (4 casos) Centro (4) e Vila Rio de Janeiro (3) lideram no número de denúncias. Mais de 600 pessoas estavam envolvidas, que somadas à da festa clandestina do Boteco da Vila chegaram a um total de 1.100 pessoas.

A corporação tem priorizado esse tipo de atendimento, considerando o alto risco de contaminação pela covid-19 causadas por aglomerações, que seguem proibidas.

*Estagiária sob supervisão de Letícia Dauer, da Agência Record.

Últimas