Novo Coronavírus

São Paulo Filha de prefeito de São Caetano do Sul é vista em festa sem máscara

Filha de prefeito de São Caetano do Sul é vista em festa sem máscara

Em nota, prefeito lamentou o ocorrido e afirmou que Anne, de 40 anos, não seguiu as recomendações dadas à população

  • São Paulo | Guilherme Alves e Fabiana Gennarini, da Agência Record

Filha do prefeito, de blusa branca, é flagrada em balada em São Caetano do Sul

Filha do prefeito, de blusa branca, é flagrada em balada em São Caetano do Sul

Reprodução

A filha do prefeito de São Caetano do Sul foi flagrada em uma balada na cidade, localizada na Região Metropolitana de São Paulo, na noite da sexta-feira (17). Um vídeo que circula nas redes sociais mostra Anne Campanella, de roupa branca, em uma festa sem máscara, assim como as outras pessoas que aparecem nas imagens.

Em nota, o prefeito Tite Campanella lamentou o ocorrido e afirmou que Anne, de 40 anos, é responsável pelos seus atos, e não seguiu as recomendações transmitidas a toda a população. A prefeitura afirma, ainda, que vai intensificar as fiscalizações para evitar que estabelecimentos descumpram as determinações do Plano São Paulo.

"Anne é a mais velha dos cinco filhos do prefeito, tem 40 anos, é responsável pelos seus atos, e não seguiu as recomendações transmitidas a toda a população neste momento, entre elas, a de evitar confraternizações em grupos. O chefe do Executivo já determinou a intensificação da fiscalização para evitar que estabelecimentos descumpram as determinações do Plano São Paulo", disse o prefeito por meio de nota. 

O Estado vive, neste sábado (17), o último dia da fase vermelha do plano de flexibilização econômica. Estão mantidos o toque de recolher das 20h às 5h, a restrição de atendimento presencial em todos os serviços essenciais e haverá reforço da fiscalização sobre eventos e aglomerações. A recomendação para o escalonamento na entrada e saída de trabalhadores da indústria, serviços e comércio continua válida, assim como a obrigatoriedade do teletrabalho e a proibição de celebrações religiosas.

Entre os dias 18 e 23 de abril, todo o estado de São Paulo passará a adotar uma fase de transição. A medida foi anunciada pelo vice-governador Rodrigo Garcia nesta sexta-feira (16). A previsão é que, a partir do dia 24, um sábado, a abertura se estenda para o setor de serviços. Mas o que muda com a nova fase criada pelo governo?

A fase de transição, por sua vez, terá retorno seguro e gradativo das atividades presenciais, toque de recolher, teletrabalho para atividades administrativas, escalonamento da entrada e saída de atividades. Nesta fase, todo o estado também continua seguindo uma regra única.

"Esta fase mantém muitas coisas determinadas na fase vermelha, como o toque de recolher, o teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e escalonamento", explicou Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado. Na fase de transição, a taxa de ocupação permitida nos estabelecimentos comerciais é de 25%.

Últimas