Novo Coronavírus

São Paulo Fiscalização lacra 11 bares por desrespeitarem normas em SP

Fiscalização lacra 11 bares por desrespeitarem normas em SP

Em reabertura, fiscais de São Paulo fecham estabelecimentos que não respeitaram regras de saúde e segurança para evitar aglomerações

  • São Paulo | Do R7

A fiscalização lacrou 11 bares que estavam abertos na noite da sexta-feira (10) em São Paulo, desrespeitando as regras estabelecidas pelo governo de São Paulo para a reabertura. Neste primeiro fim de semana de volta às atividades após meses de fechamento em função da pandemia do novo coronavírus, o movimento começou a voltar em bares e salões de beleza. 

Leia mais: São Paulo flexibiliza quarentena na maior parte do estado

Salões de beleza ficaram movimentados com a presença clientes e funcionários, que tiveram de se adaptar às novas regras de funcionamento. O movimento também começou a reaparecer nos bares e restaurantes, mas nem mesmo nos bares mais conhecidos de São Paulo a reabertura trouxe aglomeração às ruas. A fiscalização estave presente para evitar movimentos acima do permitido.

Leia também: Salões de beleza aprovam reabertura e investem em proteção

"A gente ficou observando de longe nos lugares que estavam mais seguros para entrar", afirmou uma cliente à Record TV. A maioria dos resturantes começou a receber a clientela presencialmente, mas quem fez essa opção teve de se adaptar às novas regras sanitárias. O horário de funcionamento é das 11 horas às 17 horas e com uma ocupação limitada a 40% da capacidade máxima. 

O setor afirma que, mesmo com a reabertura, a volta às atividades é um desafio. "Acho que esse é o primeiro passo de um retomada que será longa e dolorosa, mas que precisa ser dado", afirma o dono de um estabelecimento. 

Últimas