Novo Coronavírus

São Paulo Força-Tarefa autua bares e acaba com festas clandestinas em SP

Força-Tarefa autua bares e acaba com festas clandestinas em SP

Estabelecimentos foram flagrados descumprindo diretrizes de combate à pandemia em 3,1 mil blitze no último fim de semana

  • São Paulo | Cesar Sacheto, do R7

Força-Tarefa do governo de SP realizou 3,1 mil blitze no estado no fim de semana

Força-Tarefa do governo de SP realizou 3,1 mil blitze no estado no fim de semana

Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Uma ação conjunta de órgãos do governo paulista resultou na autuação de 82 bares e comércios flagrados em funcionamento irregular durante cerca de 3,1 mil fiscalizações deflagradas no estado, entre a última sexta-feira (30) e domingo (2), prática que descumpre as diretrizes estabelecidas pelo Plano São Paulo de combate à pandemia do novo coronavírus.

Os agentes da força-tarefa se depararam com diversas atividades proibidas pelas autoridades sanitárias, especialmente festas clandestinas em vários pontos da capital paulista, de cidades da região metropolitana e também do interior.

Na noite de domingo, um evento não autorizado que ocorria em estabelecimento na região de São Miguel Paulista, na zona leste paulistana. No local, foram encontradas 120 pessoas aglomeradas e, em sua maioria, sem a máscara de proteção facial, conforme determina as regras para evitar a disseminação da covid-19.

Balanço da capital

No final de semana, a Vigilância Estadual efetuou 82 inspeções e autuou 15 estabelecimentos.

Os bairros inspecionados foram os seguintes: Lapa, Vila Leopoldina, Itaim Bibi, Jardins, Consolação, Bela Vista, Casa Verde, Barra Funda, Alphaville, em Barueri, Liberdade, Aclimação, Jardim Aricanduva, Brooklin e Tatuapé.

Já o Procon-SP, por sua vez, realizou 29 atos fiscalizatórios e cinco autuações na cidade.

Apoio da PM e apreensões

Para garantir o cumprimento das determinações do Plano São Paulo no estado, as ações de fiscalização da Vigilância Sanitária, Procon e demais órgãos de fiscalização contaram com o reforço de policiais civis e militares.

A Polícia Militar esteve presente em 58 ações e flagrou 985 pontos de aglomeração em todo o estado. Mais de 139 mil veículos foram vistoriados e 251 pessoas foram presas (164 eram procuradas pela Justiça).

Festa clandestina em Alphaville

No sábado (1º), a Polícia Civil flagrou 216 pessoas aglomeradas dentro de um bar na avenida Andromeda, na região de Alphaville, na Grande São Paulo. Os responsáveis pelo evento foram autuados por infração de medida sanitária preventiva.

Policiais encerram festa clandestina em Alphaville

Policiais encerram festa clandestina em Alphaville

Divulgação/Polícia Civil de São Paulo

Segundo os agentes, os participantes da festa descumpriam as medidas impostas para conter a proliferação do coronavírus: não mantinham o distanciamento social, ingeriam bebidas alcoólicas e não usavam máscaras de proteção facuak.

O gerente do local e outros dois colaboradores foram encaminhados à Delegacia de Barueri, onde o caso foi registrado como infração de medida sanitária preventiva. Os demais frequentadores foram liberados para evitar aglomeração na unidade policial.

Denúncias

O governo de São Paulo orienta a qualquer cidadão que denuncie a realização de festas clandestinas e o funcionamento irregular de serviços não essenciais no estado.

As denúncias podem ser feitas pelo telefone 0800-771-3541, no site www.procon.sp.gov.br ou pelo e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br.

Últimas