São Paulo Funcionárias de lanchonete são feridas em briga com clientes em SP

Funcionárias de lanchonete são feridas em briga com clientes em SP

Confusão ocorreu em unidade fast-food localizada na zona leste. Vítimas de agressões foram levadas a AMA da Sé

  • São Paulo | Vania Souza e Marcos Rosendo, da Agência Record

Duas funcionárias, de 18 e 21 anos, foram agredidas, por volta das 3h da madrugada de sábado (20), em de uma lanchonete fast-food localizada na avenida Alcântara Machado, na zona leste de São Paulo. Um vídeo gravado por clientes mostrou o momento em que jovens derrubam equipamentos do balcão e agridem as atentendes. 

Guardas civis metropolitanos foram acionados para atender a ocorrência e, ao chegar no endereço indicado, encontraram as vítimas, que contaram terem sido agredidas por clientes, sendo um deles um estudante de 17 anos. As duas mulheres foram levadas ao AMA da Sé para receberem cuidados médicos.

O rapaz de 17 anos disse aos agentes que estava com a namorada e o irmão e foi reclamar por causa da demora na entrega de seu pedido. Neste momento, de acordo com ele, uma das funcionárias fez um gesto com o dedo em riste, o que deu início a uma briga entre eles.

Foram solicitados exames periciais ao IC e ao IML e o caso, registrado como dano e lesão corporal no 8º DP (Brás), onde será investigado. De acordo com a Guarda Civil Metropolitana (GCM), a confusão teria ocorrido entre quatro jovens, duas meninas e dois meninos, atendentes e segurança da lanchonete.

Vídeo mostra jovem empurrando equipamentos em balcão

Vídeo mostra jovem empurrando equipamentos em balcão

Reprodução

Imagens

Os vídeos mostram tapas, socos, gritos e palavrões. Nas imagens, é possível ver uma das garotas falando em voz alta "faz direito" e apontando o dedo para uma funcionária. O vigilante chega e pede para que os garotos, que acompanham a menina, "abaixem o tom".

A segunda garota, de blusa branca e calça jeans, aparece e enfrenta o segurança, também apontando o dedo para ele. Segundos depois, a jovem parte para cima da atendente. Ela tenta entrar na cozinha, mas é impedida.

Ela volta para o balcão e começa a derrubar os equipamentos do caixa. Um dos garotos tenta contê-la, mas sem sucesso, enquanto ela grita. A outra adolescente, vestindo blusa cinza e shorts preto, acompanha a amiga na destruição. Os garotos continuam batendo boca com o vigilante.

As jovens voltam a tentar invadir a cozinha do restaurante, mas são impedidas novamente. A gritaria continua e é possível ouvir um dos meninos chamando pelo gerente. Logo depois, o mesmo adolescente, de camiseta verde e calça jeans, também começa a quebrar a lanchonete. Segundos depois, os garotos pulam o balcão e entram na cozinha.

Um segundo vídeo mostra o momento da confusão generalizada. Após destruíram o protetor de acrílico do balcão e os equipamentos, uma delas tenta jogar uma cadeira contra os atendentes, mas é contida. Os funcionários se defendem com uma barra, aparentemente de ferro.

O vigilante tenta conter a situação, até que outros clientes partem em defesa dos atendentes e agridem os garotos com socos, principalmente no rosto. O vídeo termina com um deles sendo colocado para fora pelo vigia.

No circuito de segurança do Burger King é possível ver que as funcionárias foram atingidas pelos computadores após um deles socar o equipamento. Segundo a GCM, os envolvidos foram detidos e encaminhados ao 8° Distrito Policial.

Por meio de nota, a lanchonete Burger King afirmou que "está colaborando com as investigações para garantir que as medidas cabíveis sejam tomadas. A companhia já abriu boletim de ocorrência  e busca a responsabilização dos envolvidos. Repudiamos a violência, a depredação e a ausência do respeito – esse que é o princípio de todas as relações humanas."

Últimas