São Paulo Funcionário da Prefeitura de SP é exonerado após dirigir embriagado

Funcionário da Prefeitura de SP é exonerado após dirigir embriagado

Homem se negou a realizar bafômetro e foi encaminhado para exames. Ele foi indiciado por embriaguez ao volante

  • São Paulo | Do R7

Carro de assessor da prefeitura de SP flagrado ao dirigir embriagado

Carro de assessor da prefeitura de SP flagrado ao dirigir embriagado

Reprodução Record TV

Um assessor da Prefeitura de São Paulo foi detido após ter sido flagrado dirigindo embriagado na avenida Henrique Chamma, a região de Pinheiros, zona oeste de São Paulo no fim da noite desta quinta-feira (2).

Por meio de nota, a Prefeitura de São Paulo informa que o prefeito Ricardo Nunes determinou a imediata exoneração do funcionário comissionado, por comportamento absolutamente inadequado, incompatível com a conduta exigida dos quadros públicos.

O homem, de 35 anos, foi detido após ser flagrado dirigindo alcoolizado, à meia-noite da sexta-feira (3). O autor se negou a realizar o teste do bafômetro e foi encaminhado para a realização de exames clínicos. O caso foi registrado como embriaguez ao volante pelo 14º DP e é investigado pelo 15º DP, responsável pela área.

Bruno Araujo de Almeida dirigia o veículo, modelo Toyota Corolla, pela região oeste da capital. Policiais militares viram que ele conduzia de maneira estranha, fazendo ziguezagues pela pista, e os agentes resolveram realizar a abordagem para averiguar o que havia acontecido.

Bruno se apresentou como assessor do prefeito de São Paulo e assumiu que havia consumido bebida alcóolica. Ele foi encaminhado para a delegacia, onde está sendo indiciado por embriaguez ao volante.

Segundo o repórter Bruno Piccinato, carro é oficial da Prefeitura e foi apreendido na delegacia. O caso está sendo apresentado no 14° DP de Pinheiros. O assessor terá a CNH suspensa e foi liberado para responder em liberdade.

Últimas